AGRICULTURA MIGRATÓRIA EM AMBIENTES DE VÁRZEA NA AMAZÔNIA CENTRAL: AMEAÇA OU SISTEMA INTEGRADO?

Bárbara T. Trautman Richers

Abstract


Existem importantes preocupações com relação à contribuição da agricultura migratória ao crescente desmatamento na região amazônica, entretanto, a realidade do ecossistema de várzea (ocupa 2% da região) é muito diferente da dinâmica do ecossistema de terra firme, de onde, normalmente, surgem essas preocupações. Devido principalmente à vocação produtiva das famílias e ao fenômeno de fertilização natural que ocorre em ambiente de várzea, observa-se que a dinâmica da agricultura migratória neste ambiente apresenta características menos impactantes ambientalmente quando comparada ao ambiente de terra firme, sendo elas: menores áreas de cultivo, maior período de utilização consecutiva de uma mesma área e menor tempo de pousio. Sendo assim, as preocupações sobre o tema e destinação de recursos para monitorar e assessorar aos produtores quanto ao impacto da agricultura migratória estarão melhor canalizadas aos ambientes de terra firme da região amazônica.

Keywords


Agricultura migratória; Fertilização natural; Várzea amazônica; Vegetação secundária; Amazonian varzea; Natural fertilization; Secondary Forest; Shifting cultivation



DOI: https://doi.org/10.31420/uakari.v6i1.72